2016

31.12.15
Nestes últimos  dias tenho lido tanto sobre planos para 2016... Planos de costura, planos de vida, planos de dieta, planos de reorganização da casa, planos de trabalho, planos para os filhos, planos para os jardins, para tudo... O meu bloglovin enche-se dos projectos de todas estas pessoas, tão activas, que vão entrar em 2016 tão atarefadamente.
E eu? Olho para o número, 2016 é apenas um número. Mais 10 anos que 2006. 
Sem querer divagar sobre estes 10 anos, nem dai tirar qualquer tipo de conclusão ou decisão para o futuro, tento pensar apenas em amanhã, no que gostaria para amanhã. Assim, sem o peso de um ano completo, e com a honestidade simples de um amanhã, penso que consigo concentrar-me nas coisas muito simples que desejo.
Continuar a encontrar estes desenhos, autoretratos, do Vicente no ipad.
Lembrar-me de regar as plantas dentro de casa.
Acreditar em magia, como a Alice.
Acabar o vestido da Margarida.
Tricotar.
Comer fruta.
Tão mais simples... O meu plano será então este, simplificar e viver um dia de cada vez. Nada de grandes planos para um ano inteiro. Um dia de cada vez, e será um bom ano, simples e honesto.
Bom ano.


During the past week I have read so much about planning for 2016, sewing plans, life plans, diet plans, house organization plans, work plans, kids plans, garden plans,... Plans for everything, my bloglovin feed is full from all these active people planning for 2016.
As for me, ... I look at the number and all I can think is it shows 10 more years than 2006. I will not let my mind think about these 10 years, I will not let my mind take any conclusions from this. I shall just think about tomorrow. What I would like for tomorrow and keep it honest and simple.
I would like to find Vicente's self portraits in the ipad.
Remember to water the plants inside the house.
Believe in magic, like Alice.
Finish Margarida's dress.
Knit something.
Eat fruit.
Now, isn't this simple? This will be my plan, to be simple and live one day at a time. No big plans for the whole year. One simple day at a time and it will be a good, simple, honest year.
Wish you all a good year.

Gosto dela assim

14.11.15

Gosto dela assim cinzenta. Como um postal antigo. Indefinida no grão. Firme e calma no seu tom invernoso de fim de tarde em Paris.






Ottobre

20.10.15
Fiquei muito contente com o convite para participar no "Portuguese Bloggers sew Ottobre tour", que celebra os 15 anos da revista Ottobre.
Levei algum tempo a decidir o que fazer, porque a Ottobre é, para mim, essencialmente uma revista com moldes para roupa de criança, e principalmente com malhas de algodão. Adoro coser malhas mas, não são fáceis de encontrar e o tempo era pouco. Em casa não tinha nenhuma adequada para o meu miúdo de 4 anos. Depois de vasculhar muitas Ottobres, decidi-me por uma sweat shirt da revista 5/2015, que é um número de moldes para adultas, para a minha filha de 13 anos ( assim, como assim, ela é maior que eu ) e uma malha de algodão que tinha em casa e que comprei aqui.
É bastante provavel que a escolha não tenha sido perfeita, porque o tecido é fino demais para uma sweat shirt mas, acho que acabou por ficar giro, e a Inês adorou, que é o mais importante.

I was really happy to be invited as one of the "portuguese bloggers sew Ottobre tour", celebrating the magazine's 15th birthday.
It took me some time to decide what to sew because Ottobre is ( for me ) mainly about kids and knits and I didn't have any cute knits in hand to sew something for my 4 year old boy. After some thinking and some searching I finally chose pattern 15 from Ottobre 5/2015, and decided to make it for my 13 year old daughter ( she is bigger than me, anyway..), with a knit I had in my stash, a black and white polka dot that I got here.
It was probably not the best choice, as the fabric is too thin for a sweat shirt, but I think it turned out ok, and the truth is my big girl is happy, and that is what really matters!

Os moldes da Ottobre são geralmente fáceis de realizar e muito originais no seu design. No caso desta sweat shirt, adorei a construção das mangas e a facilidade com que "construi" o carapuço. Acabou por ser um projecto rápido e divertido.

Ottobre patterns are usually easy making and original  and this was no exception. The sleeve construction is easy and funny, the hood is also easy to assemble and it turns out to be a quick make.






Durante este projecto aconteceram-me vários tipos de azares... Cosi o meu próprio dedo..., sim, vocês sabem que dói..., cortei outro dedo a preparar o jantar ( e os dedos fazem falta para coser...), fiz uma viagem inesperada a Lisboa e carreguei a minha máquina de costura com todo o meu amor e de repente, a meio de uma costura, a máquina decidiu ter um ataque de pânico e deixou de coser!!! Sem saber como nem porquê, passadas umas horas estava a funcionar como se nada se tivesse passado. Temperamental a maquineta..

During this make all kinds of disasters happened, I sew my own finger ( you know it hurts ), I cut another finger, while making dinner ( yeah.. you know fingers are usefull when you sew...) I travelled to Lisbon and carried my sewing machine along with all my love and then the sewing machine had some kind of panic attack and wouldn't work, and a few hours later it worked  perfectly, just like nothing happened! Kind of temperamental...










No final tudo correu bem, e houve até tempo para uma pequena sessão fotográfica, durante os 5 minutos em que não choveu, esta segunda-feira!

In the end it all turned out right and there was even time for a small photo-shoot during those 5 precious minutes without rain, this Monday!








Deixem-me ainda recordar que este tour inclui um giveaway* e que a Ottobre design(R) foi extremamente generosa com esta homenagem portuguesa!!
Assim, haverá 7 leitores sortudos de todos os blogs participantes que poderão ganhar os seguintes prémios:
- 5 assinaturas de 1 ano da revista Ottobre ( números de adulto e criança)
- 1 desconto no valor de 50€ na loja Etsy da Ottobre
- 1 desconto de 30€ na nossa loja Maçãs d'Amor, cortesia de todas as bloggers envolvidas neste tour.

O giveaway está aberto de 15 a 29 de Outubro. Basta entrar no Rafflecopter abaixo para poder ganhar um dos prémios!

*Este giveaway é internacional e é preciso ser maior de 18 anos para participar.




Let me remind you that there is an amazing giveaway* running along with this tour! Ottobre design(R) was outstandingly kind - a huge thank you for your generosity!

Seven lucky readers from all of the participants blogs will win one of the following:
- five one-year subscriptions for Ottobre magazine (kids+women’s issues)
- one gift card of 50 euros to Ottobre's fabric shop on Etsy
- one gift card of 30 euros to Maças d'Amor, my own fabric shop (where you can find nani IRO, Cotton and Steel, Dashwood Studio, Soft Cactus prints and many more), brought to you by all the Portuguese bloggers participating on this tour. 

The giveaway will be open from October 15th to October 29th. Enter the Rafflecopter below for a chance to win!

a Rafflecopter giveaway

*Open internationally. You must have +18 years old to enter. Void were prohibited by law.


a Rafflecopter giveaway

Continuem a seguir este tour e a surpreender-se com o que ai vem!!
Continue to follow our fabulous bloggers, as scheduled:

Thursday, October 15 - DoGuincho
Friday, October 16 - Miss Castelinhos  |  Rita Pirolita
Monday, October 19 - In a Manner of Sewing  |  Conversas de Hermanas
Tuesday, October 20 - Fairies, Bubbles & Co.  |  Maças d'Amor
Wednesday, October 21 - Made by Sara  |  Saídos da Concha
Thursday, October 22 - Pico Pico  |  Pequeno Mundo a 3+1
Friday, October 23 - S is for Sewing  |  Sew Happy
Monday, October 26 - La Folie Sewing Booth  |  House of Estrela




Em Pausa

28.6.15
Não vale a pena pensar que se consegue sempre tudo. Algumas coisas precisam de parar por uns tempos.
Este blog é uma delas.
Que volte mais fresco e interessante, é o que desejo.

Até breve!

Um toque de nostalgia para abrir a porta ao futuro

13.5.15
Muito se tem passado e muitas decisões têm sido tomadas nesta família.
Por motivos variados, que vão desde um pai que trabalha metade do ano no mar, até às finanças do país em geral, decidimos que dia 30 de Junho encerraremos a nossa loja na Rua de Santo António 77, em Faro.
Não foi uma decisão fácil. Uma loja assim, é um bocado de quem somos, ou de quem sou. Ali dentro as referências têm todas a ver com as minhas memórias pessoais, desde a infância à pessoa que sou hoje.
As pessoas que visitam a nossa loja regularmente são, sem dúvida muito especiais. E têm reagido emotivamente às nossas notícias, o que nos deixa muito sensibilizados, e um pouco sem palavras. De certa forma transmitem-nos que não foi um trabalho em vão.






































A nossa loja de Faro esteve aberta durante 8 anos e ocupou 3 espaços diferentes. O primeiro, sendo o mais "escondido" é, ainda hoje, o mais falado. Era realmente um lugar único, cheio de história, e tudo o que os edifícios históricos podem trazer consigo, desde humidade extraordinária dentro das paredes, a um, ou uma, pianista desconhecido que tocava todas as tardes no andar de cima, terminando sempre o seu repertório com o Hino Nacional.











































Tivemos a sorte de trabalhar sempre com pessoas interessantes, de personalidades marcadas, que trouxeram ambiente ao nosso espaço, os azulejos da Silvia, a Raquel e a Homeopatia, a Carina que tinha que dançar senão morria nas tardes de tédio de Inverno, a fantástica D. Efigénia, sempre disponivel e mais energica que qualquer uma de nós, com paciência para verificar cada alinhavo, cada ponto bem direitinho! E a Sandra que com a sua grande dedicação a tudo o que faz ajudou a trazer à luz do dia a ideia dos workshops, dos tecidos, das lãs, porque não basta ter um sonho, às vezes é preciso conhecer alguém que sonhe parecido para conseguir concretizá-lo.
Durante estes anos tivemos ainda o prazer de ensinar muita gente a coser à máquina, e algumas pessoas a fazer crochet e malha.




Dissemos muitas vezes que só nos faltava ter chá e bolos. Quase considerámos fazer mesmo isso. Mas recuámos. Esta não é a cidade para um projecto tão grande. Ainda não é.






































Agora, no presente, iniciamos uma nova etapa. Abrimos hoje uma pequena loja online de tecidos, lãs e curiosidades. Curiosidades porque, conhecendo-me, sei que não conseguirei limitar-me aos tecidos e lãs. Haverá sempre algo que me agarra o canto do olho, uma cor, uma forma, um toque diferente, e lá vou eu atrás, fascinada por algo novo e adorável.






































A nossa loja online vive em: macasdamor.com, estamos a começar, prometemos aumentar a variedade e trazer coisas diferentes. Pedimos que nos dêem algum feedback, porque é sabido que quem está dentro de um assunto não o vê como quem está fora.

Desejem-nos sorte! E acompanhem-nos..



O meu guarda roupa feito à mão | My handmade wardrobe

14.4.15
Coser é um vício. Passo o dia a tentar encaixar umas horas de costura algures. Vejo um molde novo e quero fazê-lo, nem falo no que me passa pela cabeça quando vejo tecidos. É um mundo enorme de independência total de todas as lojas e fabricantes de roupa. Eu posso fazer o que quiser vestir!
Ultimamente tenho costurado para mim e para os meus filhos, mas confesso que mais para mim, tem muito mais piada!
O meu objectivo é ter um guarda roupa totalmente feito à mão! Este ano ainda não posso participar oficialmente no Me made May mas, estou certa que no ano que vem terei roupa para usar todos os dias do mês de maio de 2016.

As minhas peças de roupa feita por mim que mais tenho usado e que estão no meu top de roupa confortável são: O Emery Dress, da Christine Haynes, é um vestido muito confortável, com a cintura no sitio e um toque clássico. Fiz o meu de manga curta, com um tecido de dupla gaze de algodão Nani Iro e simplesmente adoro-o, como se não fosse já tão perfeito, ainda tem bolsos que são para mim essenciais. Foi a minha maior aventura até hoje.
A túnica/blusa Bianca, da Rae Hoekstra, que fiz tecido de algodão azul Dashwood studio. Esta blusa é mesmo muito pratica, aquele tipo de roupa que se quer usar sempre, não aperta, não prende os braços, não atrapalha o trabalho diário e pode fazer-se com vários materiais diferentes que lhe dão um aspecto novo. A construção é rápida e fácil, e tenho usado mesmo muito.
Finalmente a minha produção mais recente, a pequena sweat shirt Astoria, que fiz em cerca de uma hora ( isto não é para me gabar, é uma peça mesmo fácil de construir e os tecidos de malha são facílimos de trabalhar), com um retalho de malha que comprei na feira dos tecidos da Av. Guerra Junqueiro por uma ninharia (mesmo!). Não é a peça mais ambiciosa que já fiz mas é certamente das mais compensadoras, porque foi a mais barata, a mais rápida e a mais pratica para o dia-a-dia e para o tempo instável que temos tido. Além disso, por ser curta dá para usar com saias e vestidos.

Alguém interessado em costurar o seu próprio guarda roupa este ano? Contem-me as vossas aventuras!


Sewing is surely addictive. I spend my days trying to fit in some sewing time and if I see a new pattern I just want to make it, not to mention what goes trough my mind when I see some new fabrics! It feels really independent to be able to make what we want to wear. Lately I have been sewing for me and for my kids, but I have to admit it is a lot more fun to sew for myself!
Maybe next year I will be part of the Me made May .

My favorites lately are,
The Emery Dress, from Christine Haynes, I made it with a  Nani Iro double gauze cotton and I adore it, so comfortable and with pockets! It has surely been my bigest sewing adventure, so far.

The Bianca top, by Rae Hoekstra, that I have made with a  Dashwood studio cotton fabric is with no doubt a very wearable top, I will be making more of these. 

And finally the Astoria pullover, a very quick make that can be used with skirts and dresses and is just perfect for the unsure weather we have been having lately. 

Don't you want to sew your own clothes? Let me know about your handmade wardrobes!

Coisas muito simples

7.2.15
Tem estado muito frio. Mesmo aqui no sul. Mesmo com dias cheios de sol. Por isso, tenho tentado isolar a casa o melhor e o mais 'coloridamente' possível.

Very simple sewing to keep the cold away.

No escritório

No quarto do Vicente

Na cozinha

No meu quarto

No quarto da Inês

Fazer

4.2.15
Fazer roupa não é só útil, é apaixonante.
Há muito tempo que queria experimentar trabalhar com malhas. Malha de algodão ou jersey. Em inglês, knits. São os tecidos das t-shirts, etc. Mas, não são fáceis de encontrar e quando aparecem nalgumas lojas de tecidos, são geralmente, horríveis.
Na loja recebemos há tempos este Nani Iro, que é um double knit, é duplo, como duas camadas de malha de algodão muito finas e cosidas finamente. É um material, fofinho, agradável, confortável.
Andei a namorá-lo muito tempo mas não tenho uma corta e cose, e o meu conhecimento sobre estes tecidos era reduzido.
Então decidi fazer este curso, que ensina a coser este tipo de tecido com uma máquina de costura comum. E é muito fácil. E gratificante. E rápido.




E agora quero fazer t-shirts e vestidos e calças para toda a família!






































I'm in love with sewing clothes.
For some time I have wanted to try sewing with knits, but I don't have a serger and that made me unsure to try. So I decided to take this class, and now I feel comfortable sewing knits with my sewing machine.
My first experience was with this Nani Iro double knit, that we sell at the shop. It's a wonderful fabric and the fit is perfect.
Now I can't wait to sew some tees and dresses and sweaters...!

Pastilhas para a máquina da loiça, homemade.

17.1.15

Demorou mas, hoje consegui ter tempo para me sentar e escrever sobre as pastilhas para a máquina da loiça que fiz no verão.

Andei algum tempo à procura de uma receita que não tivesse bórax, não só porque não sei onde encontrar, como também porque li algures que não deve ser usado para a loiça.

Encontrei na altura este blog, que passei a seguir, com uma receita bastante simples.

250g Bicarbonato de Sódio
250g Carbonato de Sódio
1colher de sopa de sal fino
250g de água destilada
sumo de um limão, filtrado ( a receita original leva ácido cítrico, e penso que o efeito é diferente )

Para conseguir estes ingredientes, encontrei na Makro bicarbonato de sódio ao quilo a um preço razoável. Já antes tinha pesquisado sobre como transformá-lo em carbonato de sódio, para o detergente da roupa, que também faço em casa, e aqui encontrei a solução, que é bastante simples: basta pôr no forno a 200ºC durante cerca de meia hora, a textura do pó muda completamente depois da transformação. Geralmente tenho estes dois ingredientes em caixas de plástico numa quantidade que me permite fazer os detergentes quando são necessários. Se faltar o carbonato de sódio, aproveito um dia em que use o forno para fazer mais.






































Para fazer as pastilhas misturei os ingredientes secos, bem, e depois juntei o sumo de limão. De seguida fui juntando a água destilada até ter uma consistência que não fosse muito liquida. Não usei a água toda mas, não sei dizer a quantidade exacta que utilizei.

Depois vem a parte divertida, enchi formas de gelo e esperei que secassem. Quando estavam firmes, tirei-as da forma e deixei secar mais tempo sobre um pano, até estarem bem sólidas. 

Guardei num frasco e usei todas :)

Para o abrilhantador da máquina, uso vinagre branco, de álcool, da marca D. Pureza. Adoro este vinagre e uso-o para limpar quase tudo, desde o chão às paredes e casa de banho. Na verdade os nossos produtos de limpeza estão quase reduzidos a vinagre de álcool, bicarbonato de sódio e alguns óleos essenciais para os aromas e não só.

Quando falha o tempo ou a paciência usamos os produtos Ecover, ou as marcas ecológicas Auchan ou Continente, que são bastante aceitáveis a nível de preços.














***

16.11.14


Não sei bem que título dar a este post..
Tenho estado a organizar as minhas costuras. Trouxemos a Floripes da cave ( talvez lhe chamemos Frances, ou Françoise, Francesca... por qualquer motivo a minha manequim de costura tem um nome começado por "f").
Para me inspirar vesti-a. A blusa da Tilly, a saia é a Kelly. Ambas foram um prazer enorme, uma grande aprendizagem. No final, a blusa é colorida demais para mim ( apesar de a adorar, e aos botões lindos pelas costas abaixo) e não consegui fazer as casas dos botões na saia. O tecido é muito grosso para a minha máquina, ... não... não tenho paciência para fazer casas à mão... talvez num serão de inverno me dê para ai, quem sabe...

Entre as arrumações e escolhas de tecidos para as várias ideias que me ocupam a mente, vou vendo os meus sabões, mais 10 dias e posso experimentar um, tomar banho com um sabão feito por mim.
Podia desenvolver mais este assunto mas, há tantos blogs sobre como fazer sabão. Para estes usei azeite, manteiga de karité e óleo de côco. O cor de rosa é um pigmento mineral, e por cima sal marinho, aqui do Algarve. A minha ideia é que sejam muito hidratantes, sedosos, macios... Sim o sal será exfoliante mas, é só um pouco, à superficie.

Se conseguisse focar-me apenas num assunto, apenas num interesse, numa arte, e dedicar-me exclusivamente, seria tudo mais fácil, tenho a certeza. Ter interesses demais acaba por levar-nos por várias estradas, sem chegar ao destino de nenhuma. E agora é tempo de escolher um caminho, a vêr se acerto!

Faz lembrar uma teoria que li há tempos no Guardian, The Helsinki Bus Station Theory ( não sei porque pus maiúsculas...), enfim lá vou no meu autocarro, desta vez na esperança de chegar a um destino diferente.











































































































Don't really know what tittle to give this post.. I've been organizing all my sewing stuff, brought Floripes up from the basement ( we might call her Frances, Françoise, Francesca... don't really know why my dressmaker's dummy must have a name that begins with an "f"..).
To get inspired I have dressed up Floripes, Tilly's blouse, Kelly skirt, both were such pleasures to sew, and learned so much. But, finally, the blouse is much to colorful for me and the skirt, well... I couldn't get the button holes donne, my machine just won't accept this fabric, and honestly.. no pacience to do it by hand...

While I get organized, I check my new homemade soaps ( am I proud... :)), made with olive oil, shea butter, coconut oil, and some sea salt. Ten more days and I will be able to take a bath with soap handmade by myself!

Yes, if only I could focus on one subject at a time, instead of millions.. Too many interests take me down too many roads and no destiny, it is maybe time to choose one road only. Hope I'll make the right choice.
This reminds me of something I have read on The Guardian and caught my attention, The Helsinki Bus Theory, ... so I will keep in my bus hoping for a different destination....

AddThis